Prefeitura de São Mateus do Sul promove ampla reforma do Britador Municipal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Prefeitura de São Mateus do Sul iniciou na última semana as obras de manutenção corretiva do Setor de Britagem do Britador Municipal, localizado as margens da PR-364 na comunidade de Paiol Grande, sendo a empresa são-mateuense Ramilia de Oliveira & Cia. Ltda. – ME, a responsável pela prestação de serviço.

A obra refere-se a reforma completa do equipamento que já atua há cerca de 21 anos no município, afirma José Itamar Faria, Gerente do Britador que já atua no mesmo período na unidade e que ainda complementa. “O Britador foi concluído na gestão do Prefeito Luiz Adyr e o mesmo já fez duas reformas no equipamento visando o melhor trabalho na fragmentação das pedras de calxisto.”

A reforma justifica-se pela necessidade e urgência da manutenção corretiva de maneira geral além de melhorias no sistema de britagem compreendendo os britadores primário e secundário, correias transportadoras, painel de comando, instrumentação, caldeiraria e serviços complementares, uma vez que todo o material pétreo utilizado para manutenção das estradas rurais e parte do quadro urbano passa pelo sistema de britagem, portanto são equipamentos importantes que devem ser mantidos em bom estado de funcionamento permanentemente.

O Britador Municipal ou também conhecido como Usina de Cal Xisto, passará pelas seguintes atividades de manutenção: substituição e emendas em correias transportadoras; Manutenção de transportadores de correias, britador de mandíbula, peneira vibratória, silos, calhas, alimentador, bombas e equipamentos elétricos; Substituição e ou aplicação de revestimentos, dos tambores dos transportadores de correia; Manutenção das salas de comando; Fabricação e/ou recuperação de componentes tais como: parafusos e porcas especiais ou não comuns, eixos, anéis, chumbadores, chavetas, pinos, buchas, polias, acoplamentos, vedadores especiais e dispositivos diversos e recuperação de mangueiras hidráulicas (substituição de conexões prensadas). Além de manutenção mecânica, elétrica e de instrumentação, caldeiraria, vulcanização de correias e pintura dos equipamentos.

A obra que terá o custo de R$ 657.999,00, já iniciou e tem o prazo para sua execução de 120 dias, e este tempo variará de acordo com o tempo da produção das peças que têm de ser trocadas do equipamento, pois muitas delas tem de ser fabricadas especificamente para o Britador. A empresa está atuando na última semana na parte de caldeiraria e mecânica.

Segundo o gerente da unidade, com a reforma as pedras terão menos de 3 polegadas, padronizando e facilitando a logística e trabalho das equipes que atuam diretamente na manutenção e conservação das estradas.

Hoje o Britador é capaz de produzir minimamente cerca de 480 m³, ou seja, cerca de 40 viagens (caminhões com pedra), essa variação acontece devido à instabilidade climática, as condições das pedras que vem da Petrobras, tamanho e umidade. Com a reforma, a estimativa do beneficiamento é de que o Britador possa chegar à produzir cerca de 1.120 m³ diários, equivalendo à cerca de 90 viagens (caminhões) diários.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *