Inscrições abertas para cadastro de pretendentes de moradias e lotes urbanizados em São Mateus do Sul

A Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), em parceria com a prefeitura de São Mateus do Sul, iniciou nessa segunda, 31, o cadastramento geral de famílias interessadas em moradias e lotes urbanizados de programas habitacionais.

O objetivo do cadastramento é levantar a demanda habitacional do município, e abrange famílias com renda mensal de até seis salários mínimos. A coordenação do cadastramento espera registrar ou atualizar os cadastros de pelo menos 1,6 mil famílias até o dia 11 de setembro, último dia do cadastramento.

As famílias cadastradas vão integrar um banco de dados que é usado para fundamentar projetos futuros da Cohapar que, além de projetos habitacionais próprios, também atua em parceria com o governo federal para a consolidação de programas habitacionais, como o Minha Casa Minha Vida.

“O cadastramento não é para nenhum projeto já definido, mas sim para fundamentar projetos futuros de programas habitacionais dos governos estadual e federal”, explica a assistente social do escritório regional da Cohapar em União da Vitória, Léia Benetti Hey. “Nosso objetivo é levantar a demanda existente para que possamos identificar quais programas poderão ser implantados no município”.

A diretora de Habitação de São Mateus do Sul, Elizete Cruz, destaca que as famílias que já realizaram cadastro na Secretaria Municipal de Assistência Social precisam comparecer ao cadastramento da Cohapar para atualização dos dados. “As informações precisam ser atualizadas e registradas porque vão compor o banco de dados da Cohapar, para serem utilizadas na verificação da demanda habitacional para mais empreendimentos”, explica.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA O CADASTRAMENTO

Interessados, maiores de 18 anos, devem comparecer à Agência do Trabalhador (R. Barão do Rio Branco, 707), das 9h às 16h, até o dia 11 de setembro, para efetuar o cadastramento, com os seguintes documentos (não é necessário tirar cópia):

– RG e CPF (do casal, se for o caso);
– Quem não for casado legalmente, deve apresentar também os documentos do(a) parceiro(a);
– Certidão de nascimento dos filhos/dependentes;
– Certidão de nascimento ou de casamento;
– Divorciado ou separado – apresentar averbação;
– Viúvo – apresentar certidão de casamento e de óbito;
– Carteira de Trabalho;
– Trabalhadores registrados ou concursados – apresentar o último contracheque;
– Trabalhadores informais (sem registro em carteira de trabalho) – informar verbalmente a renda;
– Aposentado (a)/ pensionista – comprovante do valor mensal;
– Comprovante de residência  – conta de água ou luz atual.

Prefeitura inicia melhorias em estradas na Terra Vermelha

Prefeitura entrega mais unidades habitacionais para famílias em vulnerabilidade social extrema

Leia notícias sobre Assistência Social e Obras em São Mateus do Sul

Siga a Prefeitura nas Redes Sociais!
    

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *