Audiência discute proposta que viabiliza construção de novo hospital

Uma nova reunião foi realizada na última sexta, 29, na Câmara Municipal, para a discussão sobre o projeto de compra do prédio do Hospital Dr. Paulo Fortes pela Prefeitura de São Mateus do Sul. A proposta viabiliza a construção de um novo hospital no Município, mais moderno e equipado com leitos de UTI.

Representantes da Prefeitura, da direção do Hospital, da Câmara, do Conselho Municipal de Saúde, de entidades, do corpo clínico do Município e da população em geral participaram da audiência, onde o prefeito Clóvis Ledur, acompanhado do vice, Clóvis Distéfano e da Secretária Municipal de Saúde, Fernanda Garcia Sardanha, apresentou novamente a proposta de compra.

PROPOSTA

O projeto, que vem sendo discutido há mais de um ano, prevê a aquisição do prédio que hoje abriga o Hospital e Maternidade Dr. Paulo Fortes por um valor aproximado estimado em R$6 milhões. Um amplo estudo – técnico, financeiro e jurídico – sobre o hospital e sobre a possível compra do prédio pela Prefeitura foi realizado para chegar a esse valor. A partir desse estudo, que foi acompanhado por servidores públicos e por membros da diretoria do hospital, a Prefeitura espera, com a compra do prédio do hospital, economizar quase R$17 mil mensais em alugueis – uma vez que considera a possibilidade de transformar o prédio do atual hospital em uma sub-sede da Prefeitura.

Hoje, o hospital do município é administrado por uma entidade filantrópica e não possui capacidade para atender situações de alta complexidade. A construção do novo hospital também deve resolver a falta de atendimento a pacientes em situação de emergência na cidade. Hoje, pacientes em situação de emergência estão tendo que ser atendidos no Hospital do Rocio, em Campo Largo, graças a um contrato de prestação de serviço firmado pela Prefeitura.

“O projeto de construção do novo hospital atende a interesses da comunidade são-mateuense. Quem utiliza hoje esses serviços sabe das dificuldades que temos”, explicou a Secretária Municipal de Saúde, Fernanda Garcia Sardanha. “Quem vai construir o novo hospital é a instituição não governamental que hoje administra o Dr. Paulo Fortes. Estamos fazendo uma parceria muito importante com a direção do hospital, com a Câmara e com o Conselho Municipal de Saúde para que esse objetivo se concretize e que tenha participação de todos”.

NOVO LAR SÃO MATEUS

Além dos R$ 6 milhões, a Prefeitura cede na negociação um terreno avaliado em R$450 mil, entre o Senai, recém-inaugurado, e a Creche Tia Dirce, na Vila Prohmann, para a construção de um novo Lar São Mateus. “O Lar São Mateus só tem a ganhar com essa possibilidade”, disse o representante da administração do Lar São Mateus, Sullivan Costa de Oliveira. “Hoje, nós atendemos 120 crianças. Com uma estrutura maior e mais adequada, poderíamos tranquilamente acolher 200 crianças e ter mais funcionários. A construção de um novo prédio para o Lar São Mateus é a solução para nós podermos atender mais crianças da nossa comunidade”.

Prefeito apresenta proposta que viabiliza construção de novo hospital na cidade

Em Curitiba, prefeito garante 10 leitos de UTI para o Município

Leia mais notícias sobre ações da Secretaria Municipal de Saúde

Siga a Prefeitura nas Redes Sociais!
    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *